Rodada #22 do Campeonato Brasileiro

Rodada #22 do Campeonato Brasileiro

brasileirao-2017

Pela abertura da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Maracanã, a maioria tricolor nas arquibancadas, mas quem se sentiu em casa foram os vascaínos. Com boa e até surpreendente atuação, o Vasco venceu o Fluminense mais uma vez no Brasileiro. Se em São Januário bateu em virada emocionante por 3 a 2, no antigo Maior do Mundo – com mando tricolor e 23.460 pessoas – saiu da série de cinco jogos sem uma vitória com chutaço de Ramon: 1 a 0. Com duas semanas de paralisação para as Eliminatórias da Copa da Rússia, os times só voltam a campo, pela 23ª rodada, no dia 10 de setembro. O Fluminense volta a campo no próximo dia 30, contra o Londrina, pelas quartas de final da Primeira Liga. Pelo Brasileiro, o time das Laranjeiras enfrenta o Vitória, no Barradão, em Salvador, no domingo. Ainda com estádio indefinido, o Vasco recebe o Grêmio no mesmo dia e no mesmo horário.

No segundo jogo seguido em casa contra um adversário afundado na zona do rebaixamento desde o início do Brasileirão, o Corinthians voltou a frustrar sua torcida. Com gol de cabeça do zagueiro Gilvan, em jogada de escanteio aos 2 minutos do segundo tempo, o lanterna Atlético-GO venceu o líder Timão em Itaquera. Foi o segundo tropeço do Corinthians no Brasileirão. Com o resultado, o Corinthians segue com 50 pontos, dez a mais do que o Grêmio, que teve seu jogo nesta 22ª rodada adiado para 2 de setembro, quando receberá o Sport, em Porto Alegre.

No duelo de rubro-negros por um lugar no G-6, o Flamengo levou a melhor e venceu o Atlético-PR por 2 a 0, na Ilha do Urubu. Diego e William Arão marcaram os gols do time carioca, que dominou a maior parte da partida, criou as melhores chances e não sofreu grandes sustos do Furacão. No confronto entre dois times pressionados, ganhou o que errou menos e teve mais fibra. Jogando No Allianz, o Palmeiras venceu o São Paulo por 4 a 2. O Verdão saiu atrás no placar, virou, cedeu o empate novamente, mas ganhou com dois gols no fim, quando Tricolor mais pressionava.

Com um gol Bruno Silva aos 46 minutos do segundo tempo, o Botafogo venceu o Bahia por 2 a 1, na Fonte Nova. Roger e Renê Junior marcaram os outros gols da partida. Com mais posse de bola durante toda a partida, o Alvinegro foi recompensado com o gol no finzinho, e os donos da casa, que erraram muito no ataque, foram castigados. Em um jogo totalmente parelho, com poucos espaços, a qualidade técnica faz a diferença. A Ponte, sem Lucca, apostava suas fichas em Sheik, o único capaz de mudar uma partida em uma jogada. O Atlético-MG tinha mais de onde tirar. Tanto que a vitória saiu do banco de reservas. Com gol de falta aos 43 minutos do segundo tempo, Otero deixou Aranha parado e calou o Moisés Lucarelli: 2 a 1 para o Galo, que também marcou com Elias (Léo Famalho fez o tento pontepretano).

Santos dominando no primeiro tempo, Cruzeiro no segundo. O resultado no Mineirão não poderia ser outro senão o empate. Nada bom para as duas equipes. O Cruzeiro voltou a perder pontos em seu domínio – foi terceiro empate nos últimos quatro jogos -, enquanto o Peixe chegou ao quarto empate seguido, perdendo a chance de encostar no vice-líder Grêmio. Em duelo direto contra o rebaixamento e, ao mesmo tempo, clássico estadual, o Avaí levou a melhor sobre a Chapecoense na Ressacada: 1 a 0. Deu o troco pela final do Catarinense e pelo jogo do primeiro turno para garantir três pontos, com gol de Joel, em noite de estreia do terceiro uniforme e presente para o técnico Claudinei Oliveira, que completou 1 ano à frente do time na última semana. Pelo lado da Chapecoense não faltaram reclamações por um suposto pênalti e expulsão de Vinícius Eutrópio, além de lamentações, pela bola na trave e a cabeçada tirada em cima da linha por Betão.

O zagueiro Kanu marcou o único gol do jogo. Mais do que suficiente para tirar o Vitória da zona de rebaixamento e aumentar a pressão no Coritiba dentro do Campeonato Brasileiro. O time baiano venceu por 1 a 0 em jogo disputado na noite desta segunda-feira (28), no Couto Pereira. O Coritiba ainda desperdiçou um pênalti com Longuine e teve um gol mal anulado no primeiro tempo. No fim, o zagueiro Márcio agrediu o atacante Tréllez e recebeu o vermelho direto. Depois, Anderson (Coritiba) e Yago (Vitória) também acabaram expulsos após se desentenderem.

Pelo fechamento da rodada, o Grêmio receberá o Sport, em Porto Alegre, no próximo sábado, 2 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Watch Dragon ball super